Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2014

Duas igrejas

Imagem
Frequentemente somos “convocados”, tanto por pessoas de fora da Igreja quanto de dentro para tomarmos uma atitude condizente com o estado de congregados sobre a atitude pouco ortodoxa de religiosos. Somos chamados a opinar sobre aquele sacerdote que faz uma “Missa aeróbica”, sobre aquela religiosa que se preocupa mais em subir favelas para criticar a ação da polícia do que em anunciar o Evangelho, sobre aquele teólogo que mistura esoterismo com Teologia da Libertação... A “atitude coerente” dos congregados marianos sobre as aventuras, digamos assim, do Clero e dos religiosos é muito simples e podem dizer até simplista: Roma locuta, causa finita est - Roma fala, a questão se encerra. Os congregados são famosos por sua obediência incondicional ao pensamento dos Papas. Herança jesuíta. Em tempos de relativismos como os atuais, nada mais saudável. É útil uma bússola em mares revoltos. O pensamento do Vigário de Cristo sempre foi coerente com a ortodoxia cristã. Mesmo os libertinos papas da…

O Presente de retribuição

Imagem
Alexandre Martins, cm.

A Consagração à Virgem Maria nas Congregações Marianas foi exaustivamente elogiada por Papas, bispos e até santos. S. Luiz Grignion de Montfort e S. Afonso de Ligório as citaram em seus livros marianos, respectivamente “O Tratado”1 e “Glórias de Maria”2. Ser um Congregado mariano é algo de maior para um católico, um caminho de pura santidade para qualquer cristão. As Congregações Marianas são essas “escolas de Maria” aonde se aprende3 como ser um cristão autêntico e visar uma vida de santidade. O ingresso em uma Congregação Mariana só é permitido quando a pessoa profere sua Consagração Perpétua à Virgem, ato feito após longa preparação e disposição sincera do coração. Pelo Privilégio Papal, um sacerdote não precisa4 necessariamente passar por período qualquer de formação como os leigos para ser admitido à Consagração Perpétua na Congregação Mariana. Basta demonstrar seu desejo pessoal e sincero para que seja admitido no quadro de Congregados de qualquer Congregação…

O Beato Narciso

Imagem
Alexandre Martins, cm.

Narciso Basté Basté nasceu em San Andrés de Palomar, Barcelona, Espanha, aos 16 de dezembro de 1866. É o núcleo mais antigo do distrito de Sant Andreu de Barcelona, município independente com registros do ano de 992 d.C., anexado a Barcelona em 1897. Na paróquia do Sagrado Coração de Jesus, ingressou na Congregação Mariana da Imaculada Conceição e São Luiz Gonzaga. Nela, conhece a Espiritualidade Inaciana, que o deixou impressionado. Foi aluno do curso de Direito da Universidade de Barcelona, onde se formou em 1890. Neste mesmo ano, com 24 anos, ingressa na Companhia de Jesus. Em 1899, é ordenado sacerdote e realiza sua profissão perpétua em 1901. Foi destinado por seus superiores à Casa Professa de Valência, onde residiu de outubro de 1901 até a dissolução da Companhia na Espanha, em janeiro de 1932. Foi o diretor espiritual da Congregação Mariana de Nossa Senhora dos Anjos e São Luiz Gonzaga, do Patronato de Menores de Valência, a mais numerosa Congregação Mar…