Postagens

Mostrando postagens de Março, 2017

“Ser Congregado”

Imagem
Alexandre Martins, cm.

Em uma Igreja de “dons e carismas” torna-se quase obrigatório ser rotulado por um suposto “carisma” que será o diferencial de outros grupos de leigos. As Congregações Marianas necessitariam de ter um “carisma”? Desde a primeira Congregação Mariana, no seculo XVI, o ideal é o de unir fé e vida”. Pode parecer genérico à primeira vista, mas para a classe de pessoas a qual eram dirigidas as primeiras Congregações Marianas, era necessário. Eram estudantes do que hoje seria nosso Ensino Médio. E nem era um problema da época pois mesmo hoje em dia vemos muitos jovens católicos que são assíduos nas atividades paroquiais mas são irresponsáveis ou mesmo péssimos nos seus estudos. Esse antigo “ideal”, portanto, se torna mais moderno do que nunca. Então seria esse o “carisma das Congregações Marianas”? Elas seriam um lugar para formar ou abrigar “católicos conscientes”? Basicamente, sim, mas com o diferencial de uma intensa devoção mariana. A devoção à Virgem Maria nas Cong…